“Lembrai-vos da mulher de Ló” (Lucas 17:32)

 

Durante todo o mês de Maio, as nossas famílias foram bastante edificadas através das mensagens e das palestras que foram transmitidas pelos nossos preletores. Foi uma verdadeira reciclagem e aprendizado para todas as famílias. Além dos momentos de comunhão que desfrutamos nos almoços que foram realizados, os testemunhos dos casais sempre aos domingos, os cultos de orações, que foram dirigidos pelos familiares, trouxeram despertamento para muitas famílias. Se fizermos um levantamento, concluiremos que o saldo foi positivo. Por exemplo: Como foi bacana o dia da ação social, as famílias se mobilizaram e compartilharam das necessidades uns dos outros, através de consultoria jurídica, testes para averiguações de glicemia, glicose, aferição de pressão, cortes de cabelo. Ou seja, a ação social aproximou mais uns dos outros. Na distribuição das cestas básicas, houve compartilhamentos e aproximação com todos os membros que são assistidos pela caixa diaconal. Tudo foi realizado com muito êxito. Parabenizamos a todos que trabalharam e contribuíram para a realização desse 19º Simpósio, inclusive as irmãs do Centro de Promoção Social.

Mas, alguém pode está indagando: O que tem isso a ver com a advertência à mulher de Ló? Embora a exegese do texto fale sobre o perigo que devemos evitar quanto à nossa desatenção ou à nossa obediência àquilo que Deus nos revela em sua Palavra, por deixarmos de fazer a sua vontade, daí a exortação: “Lembrai-vos…” O nosso propósito foi chamar a atenção de todos, quanto a não esquecermos as mensagens e as lições que, durante todo esse mês, recebemos para pormos em prática. Lembrar-se da mulher de Ló, significa que: Ela não levou a sério o que Deus havia falado ao seu coração, ela desprezou o que Deus havia revelado, fez descaso e preferiu desobedecer à Palavra. Qual foi o fim que ela teve? Foi transformada numa estátua de sal. Estátua não tem vida,, e assim como o sal dentre as suas funções, uma delas é conservar. Ela foi conservada numa estátua. Se nós não prestarmos atenção, não obedecermos aos ensinamentos de tudo o que Deus nos falou e nos revelou sobre: “O que Deus criou não destrua o homem.” O nosso lar, a nossa família poderão ser destruídas como foi a mulher de Ló.

Portanto, conservemos em nossa lembrança cada ensino que o Senhor nos mostrou, através desse abençoado e inesquecível simpósio. “Não sejamos só ouvintes, mas praticantes da Palavra…” (Tiago 1:22)

Pr. João Bôsco

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *